Como preencher meu currículo?

Para preencher seu currículo, siga as instruções abaixo.


Campo MEU PERFIL:
nos primeiros campos do currículo preencha seus dados pessoais como endereço, telefones, data de nascimento, nacionalidade (brasileiro ou estrangeiro), estado civil, sexo e se possui algum tipo de deficiência. Repare que alguns campos já virão preenchidos com os dados inseridos na primeira etapa do cadastro. Lembre-se de manter sempre atualizados seus dados de contato como e-mail e telefones. Será através deles que o empregador entrará em contato com você.



Campo OBJETIVO PROFISSIONAL
: insira somente o cargo principal que procura. É a primeira informação que os empregadores visualizam, por isso seja claro e direto. Ex: se você é vigilante, mas também aceita trabalhar como porteiro, inclua aqui somente ‘Vigilante’. Você poderá buscar e se candidatar a quantas vagas quiser, mas neste campo é importante que você determine somente uma ocupação.




Campo EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL: comece com o seu atual emprego ou o último que trabalhou. Insira o mês e ano em que iniciou e que terminou. Se ainda estiver nesse emprego marque a opção ‘Emprego atual’. Complete com o nome do cargo ocupado, o nome da empresa e suas principais funções desenvolvidas. Neste último campo você pode colocar projetos que foi bem sucedido dentro da empresa ou competências desenvolvidas a partir das tarefas.




Campo FORMAÇÃO ESCOLAR: selecione o seu nível de formação e logo depois insira o nome da instituição e o período cursado em formato ‘mês/ano’. Nesta área informe os cursos de formação como escolares, graduação e técnicos.




Campo CURSOS EXTRAS E ESPECIALIZAÇÕES: é o espaço para inserir os diversos cursos que já realizou: profissionalizantes e livres, como informática.




Campo IDIOMAS: insira o idioma e seu nível, considerando leitura, fala e escrita. Seja sincero no nível selecionado, pois o empregador pode realizar testes durante o processo seletivo.




Campo INFORMAÇÕES ADICIONAIS: para inserir informações que você
considera relevantes para seu currículo e que não tiveram espaço nas áreas anteriores do currículo. Características pessoais, atividades voluntárias, experiências internacionais e aprendizados a partir de suas experiências são alguns exemplos de informações que podem ser inseridas na área. Além disso, você pode redigir uma carta para o empregador se apresentando e contando um pouco do seu perfil como profissional.


 

Powered by Zendesk